João de Deus consegue habeas corpus, mas segue preso pelos crimes de abuso sexual e porte de arma


||| Médium de Abadiânia conseguiu vitória na Justiça sobre crime denunciado em 2016, de coação e corrupção de testemunhas. João de Deus está preso desde 16 de dezembro do ano passado

DA REDAÇÃO

O médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, conseguiu uma vitória na Justiça, mas por enquanto nada muda em sua situação: ele segue preso.

O Tribunal de Justiça de Goiás concedeu na terça-feira (12.mar) um habeas corpus ao médium de Abadiânia, em um caso de coação e corrupção de testemunhas, ocorrido em 2016. Como ele tem outros dois decretos de prisão, por abuso sexual e porte de arma, nada muda em sua situação.

O habeas corpus para o crime de 2016 também foi dado ao filho de João de Deus, Sandro Teixeira, que já foi libertado.

João de Deus está preso preventivamente desde 16 de dezembro em razão da acusação de estupros em série durante atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, centro espiritual que o médium mantinha na cidade de Abadiânia.

Durante operações em endereços ligados a ele, inclusive em Anápolis, foram encontradas armas, pedras preciosas e mais de R$ 1,6 milhão. Segundo promotores de Goiás, o Ministério Público já recebeu 688 contatos sobre o médium, dos quais foram identificadas 300 vítimas.

A defesa de João de Deus afirmou que está recorrendo ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) para reverter os outros dois pedidos de prisão.

#joãodedeus #médium #abadiânia #habeascorpus #prisão #denúncias #sandroteixeira #goiás

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo