Câmara Municipal terá ponto eletrônico para controlar frequência de servidores


||| Presidente Leandro Ribeiro diz que terão que registrar presença no equipamento os servidores administrativos do Legislativo anapolino; funcionários dos gabinetes dos vereadores não entram na exigência

FERNANDA MORAIS

O presidente da Câmara Municipal de Anápolis, Leandro Ribeiro (PTB), afirmou que a instalação de ponto eletrônico para atestar a frequência dos servidores do Legislativo é uma “decisão concreta”.

Segundo ele, o projeto faz parte de sua plataforma de campanha para o cargo de presidente, portanto será colocado em prática assim que a licitação para compra dos equipamentos for concluída.

“Prezamos pela modernização dos trabalhos na Câmara, por isso vamos instalar ferramentas que proporcionam transparência dos atos administrativos. O povo cobra isso”, justificou.

A ideia é instalar sistema de leitura biométrica, com um suporte de câmeras. O funcionário então registra o seu horário de chegada e saída diariamente.

Leandro Ribeiro frisou que a Mesa Diretora não tem interfere nos gabinetes dos vereadores, portanto, a exigência do ponto eletrônico será somente para os servidores administrativos da Casa.

“Mas cada colega vereador tem obrigação de gerenciar essa frequência de seus funcionários. No meu gabinete, por exemplo, tenho um livro de ponto. Os funcionários também assinam uma lista de frequência que é encaminhada mensalmente ao Departamento de Pessoal”, disse o presidente.

O presidente da Câmara afirmou que o projeto será bem aceito pelos servidores. Segundo ele, é preciso considerar que os trabalhadores que por ventura trabalham além da sua carga horária serão compensados.

“Acho que a resistência só existe se o funcionário não for comprometido com suas obrigações. A Câmara é como uma empresa, apesar de ser um órgão público, os servidores devem cumprir com suas obrigações e, uma delas é respeitar o horário de trabalho”, destacou.

Leandro disse ainda que não está descartada a possibilidade de colocar ponto eletrônico no plenário para registrar a presença dos vereadores nas sessões ordinárias.

“Estamos tranquilos em dizer que não temos problema quanto à presença de vereadores nas sessões. Sempre temos quórum e, caso precisem se ausentar, as faltas são justificadas pelos colegas. Mas a ideia é excelente. A política mudou, acredito que não seria um problema para nós”, concluiu.

Presidente Leandro Ribeiro diz que ponto eletrônico fez parte da sua campanha para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Anápolis (Foto: Ismael Vieira/CMA)

#câmaramunicipalanápolis #leandroribeiro #servidorpúblico #pontoeletrônico #política #gestão