Prefeitura de Anápolis elimina lixões e passa a monitorar áreas via satélite


||| Outra ação da administração municipal para evitar descarte irregular de entulhos e outros objetos em terrenos baldios é fazer a coleta na casa das pessoas; quem for pego poluindo o meio ambiente poderá ser multado por fiscais

MARCOS VIEIRA

Mapeamento realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano localizou 12 áreas em Anápolis que estavam servindo de lixão, onde as pessoas estavam descartando entulho de construção e móveis velhos, entre outros objetos de grande porte.

Na manhã de quinta-feira (28.mar), o prefeito Roberto Naves (PTB) esteve em um desses terrenos, às margens da BR-060, próximo à Churrascaria Catarinense, para uma ação de limpeza que representou o início de dois novos programas: ‘Coleta Legal’ e ‘De Olho no Meio Ambiente’.

Para evitar o descarte irregular em terrenos baldios, a administração municipal está se dispondo a ir busca o lixo de grande porte na casa das pessoas, mediante um agendamento com a equipe do ‘Coleta Legal’. Esse material será levado ao aterro sanitário da cidade. O lixo comum, doméstico, segue sendo recolhido pela concessionária responsável por esse trabalho, nos horários e dias já programados.

“Queremos conscientizar a população a fazer o descarte correto, ou seja, não é certo jogar, por exemplo, a cama velha num lote. Agora, o morador vai ligar na prefeitura e agendar a visita da equipe do ‘Coleta Legal’ que vai pegar esse material e fazer a destinação correta, que é o aterro sanitário”, reforçou o prefeito Roberto Naves.

Essa identificação e eliminação de lixões contribuem para outra ação da gestão municipal: o combate ao mosquito Aedes aegypti, já que a cidade vive uma escalada de casos de dengue nestes primeiros meses do ano.

Depois de acabar com o lixão, será afixada uma placa no terreno informando da proibição de se jogar qualquer dejeto no local. A partir daí, a área passa a ser monitorada via satélite. Esse é o programa ‘De Olho no Meio Ambiente’.

“Se alguém flagrar alguma pessoa ou veículo descartando material em local proibido, o morador poderá denunciar através do telefone 156 ou 3902-1687. É só anotar a placa do veículo que iremos descobrir quem cometeu o crime”, avisou o secretário de Meio Ambiente, Jakson Charles.

Caso seja identificado o infrator, os fiscais da prefeitura poderão aplicar multas, que variam de R$ 5 a R$ 100 mil. “A população precisa nos ajudar, denunciando quem pratica descarte de lixo irregularmente. É só ligar que iremos apurar todas as denúncias”, reforçou Jakson.

Coleta Legal Agendamento de recolhimento: 156 ou 3902-1687

De Olho no Meio Ambiente Denúncias e pedidos de fiscalização: 156 ou 3902-1687

Limpeza de lixão localizado às margens da BR-060 (Renato Lopes e Santiago Plata)

#anápolis #secretariameioambiente #lixo #prefeitorobertonaves #deolhonomeioambiente #coletalegal