Moradores do Setor Sul Jamil Miguel reclamam de chorume que escorre de contêineres


||| Líquido da decomposição de frutas e verduras escorre pela rua, provocando mau cheiro e gerando reclamação de diversos moradores do bairro. Vereador diz que está entrando em contato com autoridades para que o problema seja resolvido

DA REDAÇÃO

O chorume de lixo orgânico que escorre de 11 contêineres instalados nos fundos do Mercado do Produtor tem incomodado os moradores da Avenida Adib Miguel, localizada no Setor Sul Jamil Miguel.

Os mais prejudicados são aqueles que vivem nos apartamentos do Residencial Serra Dourada, bem em frente ao local onde foram colocados os contêineres.

O síndico do residencial, Marcos Paulo Faria, relata que há mais de um ano busca resolver o problema, mas sem sucesso.

Segundo ele, em um relatório encaminhado ao gabinete do vereador Pastor Elias (PSDB), o lixo em decomposição e mal acondicionado atrai vários insetos ao local e causa um mau cheiro insuportável. Condição diária vivida pelos moradores, não só do Residencial Serra Dourada, mas de todas as casas localizadas ao longo da Avenida Adib Miguel.

São 176 apartamentos no Serra Dourada que abrigam mais de 500 pessoas, que cobram do síndico o fim do mau cheiro do chorume que escorre pela avenida.

O vereador Pastor Elias se comprometeu na sessão ordinária da Câmara Municipal realizada no dia 7 de maio a buscar ajuda dos órgãos responsáveis pelo Mercado do Produtor, na Prefeitura de Anápolis. Neste final de semana ele esteve no local e gravou um vídeo mostrando o problema do chorume.

“Não é coisa complicada, é simples, e sei que teremos sim suporte da administração nesse pedido dos moradores”, disse o vereador.

Contêineres por onde o chorume escorre para a rua, gerando mau cheiro e provocando reclamações

#anápolis #chorume #mercadodoprodutor