Prefeitura de Anápolis finaliza edital de licitação para contratação da empresa do lixo


||| Segundo secretário de Meio Ambiente, Jakson Charles, são três lotes: o da limpeza urbana, da operação do aterro e manejo de chorume e da ampliação do aterro; processo deve ser concluído até o final do mês de julho

FERNANDA MORAIS

O secretário de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano, Jakson Charles, disse que já está na Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura de Anápolis o processo de contratação da nova empresa que ficará responsável pela limpeza urbana e operação do aterro sanitário. O edital deve ser publicado nos próximos dias e a finalização do processo tem previsão para o final do mês de julho.

Jakson Charles antecipou que dessa vez a licitação foi feita de maneira diferente da anterior, dividida por três lotes. “O da limpeza urbana, da operação do aterro e manejo de chorume e da ampliação do aterro”, explicou o secretário, que é vereador licenciado do PSB.

Isso significa que até três empresas podem ficar responsáveis pela execução desses serviços na cidade. O valor global do processo é R$ 55 milhões por ano.

Outra diferença que constará no edital é que o contrato terá validade de um ano e poderá ser renovado por mais quatro. A ideia, de acordo com Jakson Charles, é contar com uma empresa que cumpra o que for estabelecido no documento de prestação de serviço.

“Se a empresa executar tudo que for estabelecido, o contrato pode ser renovado. Se não, a prefeitura tem a opção de suspender o acordo e iniciar um novo processo”, explicou.

Ainda sobre o pagamento da futura contratada, o secretário de Meio Ambiente explicou que será feito por medição. “Ela só recebe se executar o serviço mesmo, de acordo com o que estiver descrito na ordem de serviço e não de acordo com a disponibilidade das equipes responsáveis pelas frentes de trabalho”, comentou.

Jakson adiantou que também serão aumentadas as frentes de serviço. “A de roçagem, por exemplo, passaremos de 8 para 15, o número de tratores subirá de 9 para 15 e ainda a equipe de podas, que hoje só tem uma, vamos colocar quatro. E o melhor, o valor da contratação da nova empresa será equivalente ao que é pago hoje e os trabalhos de limpeza urbana poderão ser estendidos por toda a cidade de maneira mais rápida e eficiente”, frisou.

Ainda de acordo com secretário de Meio Ambiente, todo o processo de licitação “foi feito, por orientação do prefeito, em conversação com o Ministério Público seguindo as orientações do Tribunal de Contas dos Municípios. Acredito que não teremos problemas jurídicos e, até o final de julho, o processo será findado e a nova, ou novas empresas, contratadas”, finalizou.

#anápolis #prefeitura #licitação #limpezaurbana

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo