Eleições do diretório: “o PT de Anápolis não tem histórico de disputa interna”


||| Vereador Luiz Lacerda informa que partido já se organiza para escolha do novo comando, mas que muito dificilmente haverá mais de uma chapa na disputa, já que a tradição é que o processo eleitoral seja precedido pelo consenso entre os membros

FERNANDA MORAIS

O vereador Luiz Lacerda (PT) informou que o Partido dos Trabalhadores se organiza internamente para realização da eleição para escolha do novo diretório e executiva municipal.

“Realizamos uma campanha para trazer novos filiados e, sob o comando do ex-prefeito Antônio Gomide, hoje deputado estadual, o Partido dos Trabalhadores trouxe cerca de 320 novos integrantes para o grupo em apenas 20 dias”, pontuou.

Luiz Lacerda explicou que todos aqueles que se filiaram até o dia 8 de junho e estão em dia com as obrigações partidárias podem votar nas eleições internas do partido, que acontecem no mês de setembro.

“Mas continuamos de portas abertas para novos membros. A diferença é que quem chegou depois do dia 8 não pode participar da escolha do novo diretório, frisou.

O petista disse que já existem interessados em participar da chapa para compor o novo diretório, mas segundo ele, como as homologações acontecem entre o dia 8 e 26 de julho, é melhor não citar os nomes para evitar favorecer um ou outro filiado.

Outro ponto levantado pelo vereador é que em Anápolis tradicionalmente a escolha do novo presidente e vice, e de toda diretoria do Partido dos Trabalhadores, é realizada em consenso entre os votantes.

“Dessa vez não será diferente. O PT municipal não tem histórico de disputa interna. Sempre se evita esse desgaste. À medida que vão se afunilando as discussões, chegamos a um consenso”, explicou.

Luiz Lacerda disse ainda que o atual presidente da legenda, professor Marcos Carvalho, e o seu vice, também professor Francisco Rosa, podem tentar a reeleição. “Assim como qualquer filiado, que esteja em dia com as suas obrigações, também pode”, reforçou.

Ainda de acordo com o petista, caberá ao novo presidente do diretório preparar o partido para as eleições municipais de 2020.

“O processo de escolha do novo diretório e executiva, já é o partido se organizando internamente para resolver os problemas administrativos e financeiros da sigla, para que a legenda tenha condições de pensar nos nomes e composição de chapas para o pleito”, concluiu.

Vereador Luiz Lacerda na tribuna da Câmara Municipal de Anápolis: PT se prepara para eleições internas

#pt #anápolis #partidodostrabalhadores