Assembleia Legislativa de Goiás celebra 72 anos de fundação da Associação Educativa Evangélica


||| Homenagem foi proposta pelo deputado estadual Antônio Gomide e de acordo com o reitor Carlos Hassel Mendes, trata-se de um reconhecimento da atuação ao longo da história de de todas as instituições mantidas pela AEE

DA REDAÇÃO

Uma Sessão Solene realizada na Assembleia Legislativa de Goiás, na segunda-feira (17.jun), celebrou os 72 anos da Associação Educativa Evangélica (AEE). A homenagem foi proposta pelo deputado estadual Antônio Gomide (PT), egresso da instituição – ele estudou na Faculdade de Odontologia João Prudente, uma das primeiras unidades que mais tarde ajudaria a formar o hoje centro universitário Unievangélica.

Fundada em 31 de março de 1947 por missionários e líderes evangélicos, a AEE formou ao longo destes anos milhares de profissionais em áreas diversas de conhecimento. A entidade mantêm universidades e escolas de nível básico em seis municípios, Anápolis, Ceres, Goianésia, Jaraguá, Rubiataba e Senador Canedo.

Membro da diretoria da Associação Educativa Evangélica, Augusto César Ventura, falou pelos homenageados. “É com grande prazer que estamos aqui recebendo uma justa homenagem. Em tempos que a educação tem sido colocada por muitos como mercadoria, a instituição preza pela formação de pessoas e cidadãos que auxiliem no desenvolvimento da comunidade”, pontuou.

A sessão solene contou com a participação da Orquestra Sinfônica do projeto Criar e Tocar, iniciativa voltada para as crianças do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil e que contou com o apoio do deputado Antônio Gomide quando este esteve à frente da administração de Anápolis.

O reitor da Unievangélica, Carlos Hassel Mendes, citou o projeto como exemplo de iniciativas vitoriosas graças à aliança entre o poder público e a entidade. Ele também falou dos inúmeros atendimentos na área da saúde para a comunidade à época da gestão de Antônio.

Sobre a homenagem, Hassel disse que é um reconhecimento da atuação de todas as instituições mantidas pela Associação Educativa Evangélica. “Reconhece, em especial, o trabalho prestado por cada colaborador aqui presente e fortalece ainda mais a instituição que sempre está avançando. O próximo passo é tornar o nosso centro universitário uma universidade”, finalizou.

“Hoje a universidade conta com mais de 10 mil alunos e quase 2 mil colaboradores, o que mostra sua grandeza. A sua história se mistura com a história da cidade de Anápolis. Ao longo desses 72 anos, a Unievangélica demonstra lealdade aos sonhos de seus criadores e à meta de ampliar oportunidades através da Educação”, disse o deputado Antônio Gomide.

Reitor Carlos Hassel Mendes discursa acompanhado pelos deputados Gomide e Coronel Adailton e pelo presidente da Associação Educativa Evangélica (AEE), Ernei de Pina (Divulgação)

#anápolis #alego #associaçãoeducativaevangélica #unievangélica

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo