OAB de Anápolis debate fechamento da DRF


||| Caso venha a fechar, a DRF perderia a autonomia de decisões administrativas e seria mantido apenas o atendimento ao público. Contribuintes e profissionais teriam que recorrer à DRF de Goiânia ou utilizar o atendimento virtual

MARCOS VIEIRA

A Subseção de Anápolis da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai realizar audiência pública no próximo dia 28 de junho, às 8h, no auditório da sua sede (Avenida Faiad Hanna), para debater uma possível transformação da Delegacia da Receita Federal (DRF) em Agência da Receita Federal (ARF).

Caso venha a fechar, a DRF perderia a autonomia de decisões administrativas e seria mantido apenas o atendimento ao público. Contribuintes e profissionais teriam que recorrer à DRF de Goiânia ou utilizar o atendimento virtual.

A OAB de Anápolis instaurou um processo administrativo para apurar esse possível rebaixamento do órgão na cidade. Em documento assinado pelo presidente da entidade, Jorge Henrique Elias, e o presidente da Comissão de Direito Tributário, Juliana Karla Galvão Siqueira, são apontados alguns prejuízos para a sociedade local.

Eles citam o fato de parcela da população não ter conhecimento técnico para se utilizar dos serviços virtuais. Além disso, o deslocamento para a DRF de Goiânia feito por profissionais encarecerá serviços ligados à área tributária. “Fazendo com que a cidade venha a perder força econômica, política e [resulte] prejuízos a todas as empresas que aqui se estabelecerem”, escrevem os advogados.

O vereador Mauro Severiano (PSDB) repercutiu a audiência pública da OAB de Anápolis em sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (18.jun).

“Eu e os colegas vereadores recebemos uma correspondência da OAB tratando do assunto. Gostaria que essa carta chegasse também ao prefeito Roberto [Naves], aos três deputados estaduais, [Antônio] Gomide, Amilton [Filho] e Coronel Adailton e ainda aos nossos federais, Adriano do Baldy e Rubens Otoni”, pediu.

Mauro também defendeu a união das forças políticas locais e unidades classistas na resolução desse problema. “Será um retrocesso para a cidade. Agora chegou a hora daqueles políticos que dizem gostar de Anápolis trabalhar pelo município”.

Já o vereador Luiz Lacerda (PT) disse na tribuna que todos falam sobre o possível fechamento da Delegacia da Receita Federal em Anápolis, mas poucos explicitam que o responsável por isso é o presidente Jair Bolsonaro (PSL), em um projeto de reestruturação dos órgãos sob sua responsabilidade.

Lacerda acredita que o apelo para que a Receita Federal não seja fechada não deve ser feito somente aos deputados federais da oposição, “que vão ajudar”, mas, sobretudo, aos parlamentares ligados ao presidente.

“É nessas horas que temos que convocar os deputados que pegaram na mão dele [Jair Bolsonaro] e foram eleitos com votos em Anápolis. O Delegado Waldir teve muitos votos aqui, só tapeando os outros em rede social, mas não se pronuncia sobre o fechamento da Receita Federal”, frisou o petista.

Caso seja transformada em agência, Receita Federal perderia poder de decisões administrativas

#receitafederalanápolis #oab #subseçãoanápolis

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo