Expressão Cultural reúne música, poesia, dança e artes plásticas na Praça Dom Emanuel


||| Festival de artes integradas acontece neste sábado e domingo (29 e 30 de junho) no Bairro Jundiaí, com praça de alimentação, espaço para as crianças e feira de livros

MARCOS VIEIRA

Diversas apresentações vão subir ao palco montado na Praça Dom Emanuel, no Bairro Jundiaí, no próximo sábado e domingo (29 e 30 de junho), para o festival Expressão Cultural (EXPC), que nesta edição amplia ainda mais a proposta de integrar diferentes manifestações artísticas em um único espaço.

Criado em 2017, o evento mantém inalterada a proposta de fomentar a cultura local. O EXPC é uma realização do Estúdio eLive e da Prestasom, contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura, e tem o apoio do Anápolis 360°.

No sábado (29.jun) tem show do cantor, compositor e violeiro Almir Pessoa. Além de exímio músico, ele é um dos responsáveis por manter viva a cultura da viola caipira no país, através de cursos e apresentações que também acontecem no exterior.

No mesmo dia tem ainda o rock das bandas Oréganos e O Búfalo no Laranjal. Sobem ao palco também o grupo Riso do Abismo e o Project-1, esse último um quarteto de música instrumental, que faz releituras surpreendentes de canções populares.

Ainda no sábado tem apresentação de uma das revelações de Anápolis, a cantora Priscilla Santana, que aos 20 anos trabalha a divulgação do seu primeiro single e videoclipe. Para as crianças, a banda Cascavelvet preparou o show Casquinha, que mescla grandes sucessos do rock, pop, reggae, blues e MPB com músicas infantis e parlendas.

Entre as apresentações musicais, o casal de artistas circenses Amanda Ricoldi e Zeck Mutamba vão entreter o público com números especialmente preparados para o evento.

O EXPC traz ainda a performance de poetas locais. No sábado, Bangin (poesia urbana), Myriam Marques (poesias do sertão) e Talissa (poesia política) declamam seus versos. O público também vai poder conferir o artista plástico Yanomani em uma intervenção preparada especialmente para o festival.

No domingo (30.jun) o Expressão Cultural também terá um palco eclético. Os shows de artistas de Anápolis contemplam diferentes estilos. A primeira atração do dia fica por conta da Casa do Hip Hop, com apresentações de rap e batalhas de freestyle.

Tem ainda o tradicional grupo Forró Asa Branca e Os Cabra de Bigode, que buscam resgatar as raízes da música nordestina.

Vão se apresentar também o cantor Victor Telles – herdeiro musical do aclamado Ricardo Telles – e Robbie Lane e a Gig Magia, representantes do blues e do rock. Sobem ao palco também os grupos Monos e Terra Incógnita.

No domingo tem ainda a apresentação do NDK, banda paulista formado em 2005 e que tem construído uma carreira elogiada por público e crítica, com um som com elementos do rap e rock, eletrônico e pop.

O segundo dia do festival terá ainda a poesia clássica de Fellipe Evangelista e uma performance da artista Laura Zê, além de dança do ventre com Maria Eduarda e Lyllih Johari.

Outra novidade da edição deste ano é a 1ª Feira de Livros Expressão Cultural, com mais de 600 títulos, com preço único de R$ 10 cada.

O festival também terá praça de alimentação completa, cerveja artesanal e área de diversão exclusiva para as crianças.

As apresentações começam às 15h e são gratuitas.

Serviço:

Expressão Cultural Festival de Artes Integradas Dias 29 e 30 de junho, a partir das 15h Praça Dom Emanuel, Bairro Jundiaí, em Anápolis Gratuito

www.instagram.com/expressaocultural/ www.facebook.com/expc.anapolis/

Horário dos shows:

Sábado (29.jun) 16h: Priscilla Santana 17h: Casquinha 18h: Project-1 19h: Oréganos 20h: O Búfalo no Laranjal 21h: Riso do Abismo 22h: Almir Pessoa

Domingo (30.jun) 15h: Casa do Hip Hop 16h: NDK 17h: Forró Asa Branca 18h: Os Cabra de Bigode 19h: Monos 20h: Victor Telles 21h: Robbie Lane e a Gig Magia 22h: Terra Incógnita

#anápolis #cultura #festival #expressãocultural #elive