Câmara aprova nomes de praças e da UPA Pediátrica


||| Saiba mais sobre a trajetória de vida dos cidadãos cujos nomes vão ser eternizados em praças e na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) que será inaugurada ainda neste mês de julho no Bairro Maracanã

MARCOS VIEIRA

Quatro projetos aprovados nessa última semana pela Câmara Municipal, em sessão extraordinária, presta homenagens a cidadãos importantes para a história de Anápolis. Agora seus nomes estão eternizados em praças e prédios públicos. Confira quem foram essas pessoas.

José Batista da Silva Projeto de lei do prefeito Roberto Naves (PTB) dá o nome de José Batista da Silva ao logradouro público localizado entre as ruas Feres Aidar, Pérola e Paraguai, no Bairro São Sebastião. A propositura justifica que se trata de solicitação de moradores da Vila Formosa. Nascido em 9 de maio de 1944 na Bahia, José Batista se mudou para Anápolis e ficou conhecido por trabalhar no antigo Supermercado Serve Mais da Vila Formosa. “Desde cedo começou a ajudar as pessoas a adquirirem seus imóveis na região, principalmente no Bairro São Sebastião. Não media esforços em ajudar o próximo, muitas vezes sem se importar com ele mesmo”, diz o texto da lei. Depois de lutar dez anos contra o Mal de Parkinson, faleceu em 27 de setembro de 2015.

Terezinha Abdalla Porto Projeto de lei também do prefeito Roberto Naves dá nome de Praça Terezinha Abdalla Porto ao logradouro público localizado entre a Rua 130 e a Avenida Paraguai, na Vila Formosa. A propositura diz que também se trata de pedido dos moradores da região. Nascida em 11 de agosto de 1935 e falecida em 29 de junho de 2017, aos 82 anos de idade,. Terezinha foi pioneira na Vila Formosa, trabalhou no Posto de Saúde por mais de 20 anos como enfermeira, assistente social e conselheira, deixando um legado de amor à família e ao próximo, caridade para com os semelhantes, trabalho social aos mais carentes e aconselhamentos a todos que a cercava e necessitava.

Dido Gonzaga Jaime Projeto de lei do vereador Jean Carlos (PTB) denomina Praça Engenheiro Dido Gonzaga Jaime (foto) ao espaço público localizado na Rua A, Quadra E, na Cidade Jardim. Natural de Anápolis, Dido era filho do maestro Sisenando Gonzaga Jaime e de Ruth de Velasco Jaime; neto paterno do genealogista e historiador Jarbas Jayme e de Maria Dinah Crispim. Engenheiro civil graduado pela UnB em Brasília, foi funcionário público municipal. Suas principais obras foram o Centro Administrativo, o Teatro Municipal e o Museu Histórico de Anápolis. Atuou como presidente do Issa (Instituto de Seguridade Social dos Servidores Municipais de Anápolis) de 2009 a 2012 e teve intensa atividade sindical. Atuou em sua empresa, a Gonzaga Jaime Engenharia, elaborando projetos, acompanhando construções, avaliando imóveis e realizando perícias técnicas. Durante sua adolescência estudou piano, instrumento que dominava com maestria. Apaixonado por música, tocava também escaleta e marimba em fanfarras de colégios de Anápolis. Possuía um grande acervo de discos, CDs e livros. Casou-se com Márcia Bonfim Gonzaga Jaime e teve três filhos: Rodrigo, Juliana e Simone, e dois netos João Victor e Enzo.

Lineu Gonzaga Jaime Projeto de lei do vereador Leandro Ribeiro (PTB) dá nome do médico à Unidade de Pronto-Atendimento com Perfil Pediátrico que será inaugurada no dia 24 de julho, no Bairro Maracanã. Dr. Lineu morreu em 2012, aos 66 anos de idade. Formou-se em medicina em 1978, no Rio de Janeiro. Especializou-se em pediatria e voltou para Anápolis, cuidando de diversas gerações de anapolinos.

#Anápolis #homenagens #JoséBatistadaSilva #TerezinhaAbdallaPorto #DidoGonzagaJaime #LineuGonzagaJaime

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo