Saneago não comparece e audiência sobre falta de água é cancelada em Anápolis


||| Câmara Municipal deve agendar nova data entre 14 e 18 de outubro, conforme pedido do presidente da estatal; o propositor da audiência, vereador Pastor Elias, disse que a Saneago solicitou o adiamento porque quer apresentar um plano de ação para a cidade

MARCOS VIEIRA

Foi cancelada a audiência pública que aconteceria na Câmara Municipal nesta terça-feira (1º.out), para debater a falta de água e a necessidade de rede de esgoto em Anápolis.

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) tomou a decisão pela ausência de representantes da Saneago no evento, embora eles tenham sido convidados ainda no dia 18 de setembro.

Em ofício endereçado a Elias, que teve a iniciativa de propor o debate no Legislativo anapolino, o diretor-presidente da Saneago, Ricardo José Soavinski, se diz impossibilitado de estar em Anápolis e pede que nova audiência seja marcada entre os dias 14 e 18 de outubro.

O comunicado foi feito na última sexta-feira (27.set). Pastor Elias disse que esse pedido de mudança de data foi justificado pela Saneago porque a empresa quer apresentar um plano de ação para a cidade. “Eu pergunto: se eles não fizeram isso até hoje, vão dar conta agora, em 15 dias?”, argumentou o vereador.

Apesar das críticas, ele promete protocolar novo pedido de audiência pública na próxima sessão ordinária, na segunda-feira (7.out).

Outros convidados do governo também não estiveram na audiência, embora tenham sido convidados, como o governador Ronaldo Caiado (DEM) e os deputados federais João Campos (PRB) e Rubens Otoni (PT). Apenas o presidente da AGR enviou representante.

Estiveram presentes os deputados estaduais Amilton Filho (SD) e Coronel Adailton (PP).

Audiência pública chegou a ser aberta, mas não teve andamento pela ausência da Saneago (Ismael Vieira/CMA)

#anápolis #câmaramunicipal #saneago #faltadeágua