Fila de cirurgias eletivas será zerada em Anápolis, diz prefeito


|||Administração municipal assina convênio com Hospital Evangélico Goiano - através de chamamento público - para 5,8 mil procedimentos cirúrgicos e exames de diagnóstico

DA REDAÇÃO

O prefeito Roberto Naves (PP) assinou convênio com o Hospital Evangélico Goiano (HEG), nesta segunda-feira (16.dez), para a realização de 5.898 procedimentos cirúrgicos e exames de diagnóstico como endoscopia digestiva e colonoscopia.

Segundo o prefeito, são R$ 4 milhões de investimentos, o que vai ajudar a zerar a fila de cirurgias de várias especialidades.

O HEG foi credenciado via chamamento público. Do total de procedimentos, 2.548 são cirurgias e 3.350 são exames.

Serão feitas cirurgias de vesículas, hérnias, rins, tireóide, vasculares e revascularização, além de especialidades como ginecologia, pediatria, otorrinolaringologia, entre outras.

O exame de colonoscopia, por exemplo, será feito pela primeira vez pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Anápolis. Antes, os pacientes eram encaminhados para Goiânia e tinham de aguardar vagas nas unidades da capital.

Para a realização das cirurgias e procedimentos, foi organizado um mutirão de acordo com a fila de pacientes já existente no município formada por critérios como gravidade e temporalidade, acompanhada diariamente pelo Ministério Público.