Chuva muito forte coloca autoridades em alerta em Anápolis


||| Força-tarefa foi montada pela prefeitura, que oferece abrigo e número de Whatsapp para relato sobre estragos causados pela chuva; áreas de risco seguem monitoradas

MARCOS VIEIRA

Anápolis segue monitorada por uma força-tarefa montada pela Prefeitura de Anápolis após chuvas intensas durante o sábado (4.jan), o que fez com que o prefeito Roberto Naves (PP) convocasse uma reunião de emergência com secretários para percorrer pontos críticos e providenciar socorro às pessoas desabrigadas.

Com índice pluviométrico de 50 mm previsto para esse domingo (5.jan), de acordo com o Climatempo, o que é considerado chuva muito forte, as 23 áreas de risco identificadas pela Defesa Civil seguem no radar das autoridades.

O prefeito explicou em entrevista que as secretarias agem em conjunto para atender as emergências. Roberto Naves esteve em alguns locais no sábado à noite para avaliar a situação – não há registros de vítimas, apenas danos materiais.

Um alojamento foi montado no Ginásio Internacional Newton de Faria para receber famílias desabrigadas. A administração municipal colocou o Whatsapp (62) 99634-4600 à disposição para receber informações sobre estragos causados pela chuva.

O telefone do Corpo de Bombeiros, 193, também é um canal importante em caso de emergência. A orientação é que diante de um alagamento, os moradores procurem abrigo com amigos ou parentes, pois é difícil avaliar os danos que a água causa à estrutura do imóvel, que dependendo da fragilidade pode ruir.

No Residencial Morumbi, região sudoeste de Anápolis, um muro caiu com a enxurrada forte. O alagamento atingiu três casas – em uma delas a família teve que passar à noite fora como medida de prevenção.

As chuvas continuam durante a semana, embora com menor intensidade na segunda e terça-feira (6 e 7.jan).

“A ideia é agir rápido caso ocorra algum problema e, ao mesmo tempo, nos prevenir. Por isso, convoquei a todos para fazermos essa avaliação nos locais mais complexos. Sou grato a todos os servidores, à população que tem nos ajudado com informações, e que Deus nos abençoe neste domingo”, disse o prefeito Roberto Naves à imprensa.

Áreas de risco em Anápolis:

Alexandrina – Avenida Albertina de Pina Voçoroca (formação de grandes buracos de erosão)

Centro – Travessa Esporte Clube Erosão de margem fluvial.

Dom Pedro II – Getulino Artiaga Deslizamento planar solo-solo.

Dom Pedro II – Ruas Barão de Cotegipe e Senador Sócrates Diniz Erosão de margem fluvial.

Itamaraty – Rua Brasília e Avenida José de Deus Voçoroca (formação de grandes buracos de erosão).

Itamaraty II – Ruas 02 e 11 Deslizamento planar solo-solo.

Jardim Ana Paula – Avenida Miguel Rodrigues e Rua Dona Maria Deslizamento planar solo-solo.

Jardim Petrópolis – Rua 11 Erosão de margem fluvial e enxurrada.

JK Nova Capital – Rua 43 Voçoroca (formação de grandes buracos de erosão).

Maracanã – Ruas Leopoldo de Bulhões e Pedro Jacinto Ravina (erosão pela ação de córregos e enxurradas) e deslizamento solo-solo.

Novo Paraíso – Ruas 05 e Moacir Romeu Costa Deslizamento planar solo-solo, queda de blocos e ravina (erosão pela ação de córregos e enxurradas).

Parque das Nações – Ruas Ipê e Viela Lisboa Deslizamento planar solo-solo.

Parque das Primaveras – Ruas Ana Flávia Sabag e José Martins de Brito Inundação e enxurrada.

Parque Residencial das Flores – Rua 17 Deslizamento planar solo-solo.

Residencial Morumbi – Ruas 09 e 12 Deslizamento planar solo-solo.

Santa Maria de Nazareth – Rua Padre Anchieta e Rua Joaquim Sebastião Erosão de margem fluvial.

São Carlos II – Avenida Perimetral Voçoroca (formação de grandes buracos de erosão) e enxurrada.

Vale das Laranjeiras – Ruas Otávia Alves da Costa e Albérico Nogueira Terra Deslizamento planar solo-solo e ravina (erosão pela ação de córregos e enxurradas).

Vila Brasil – Rua Erasmo Braga e Rua Professor Salvador dos Santos Erosão de margem fluvial e ravina (erosão pela ação de córregos e enxurradas).

Vila Formosa – Avenida Presidente Vargas Voçoroca.

Vila Góis – Rua Padre Feijó e Avenida Brasil Sul Erosão de margem fluvial e enchente.

Vila São Joaquim – Avenida Cachoeira Dourada Deslizamento planar solo-solo e ravina (erosão pela ação de córregos e enxurradas).

Vila São Jorge e Frei Eustáquio – Ruas Oriente e da Liberdade Voçoroca (formação de grandes buracos de erosão).

Prefeito Roberto Naves e secretários vistoriam pontos críticos na noite de sábado (Divulgação)

#anápolis #chuvaforte #estragos #áreasderisco #forçatarefa #alerta #defesacivil #corpodebombeiros #prefeitorobertonaves

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo