“Teremos autonomia para tomar decisões”, diz dirigente do Podemos em Anápolis


||| Frank Boniek afirma que presidente regional José Nelto reforçou a autonomia do diretório local, que até agora tem dois pré-candidatos a prefeito: José de Lima e Sírio Miguel

MARCOS VIEIRA

O deputado federal José Nelto esteve em Anápolis na quinta-feira (9.jan), para entrevistas nas emissoras de rádio da cidade e também encontro com aliados do Podemos. Presidente da sigla em Goiás, ele reforçou a autonomia do diretório local para as decisões relacionadas às eleições 2020.

É o que diz o presidente municipal Frank Boniek: “A visita dele foi boa nesse sentido, de reforçar a autonomia que o partido terá na cidade em escolher seus candidatos”.

O Podemos tem dois nomes dispostos a disputar o cargo de prefeito, o ex-deputado José de Lima e o ex-vereador Sírio Miguel.

Já quanto à chapa de candidatos a vereador, Frank reforça que não haverá nomes que já tenham mandato. “Vai ser uma chapa bem igual, com candidato [com potencial] entre mil e mil e cem votos”, explica.

Com isso, entende-se que o vereador Fernando Paiva, eleito pelo PTN, partido que deu origem ao Podemos, deverá buscar outra sigla. No caso específico dele, o que foi dito no final de 2019 é que sua permanência na base do prefeito Roberto Naves (PP) não estava de acordo com a proposta da sigla em ter candidatura própria.

Fernando deu entrevistas frisando que muita coisa ainda deveria ser conversada antes da definição dos rumos do Podemos em Anápolis.

Já o vereador João da Luz chegou ao partido depois da incorporação do seu PHS, que ficou sem dinheiro do fundo partidário no ano passado por não ter alcançado o mínimo de eleitos determinado pela legislação no pleito de 2018. João vem procurando outra sigla.

Frank Boniek, José de Lima, José Nelto, Sírio Miguel e Liminha (Divulgação)

#anápolis #notícias #podemos #eleições2020