Tendência natural é apoiar Roberto Naves, diz presidente do PTB de Anápolis


||| Aguinaldo Faria afirma que enquanto estiver à frente do partido na cidade não há chance de lançamento de candidatura própria e o caminho é apoiar o projeto de reeleição do prefeito Roberto Naves, ex-PTB e hoje no PP

MARCOS VIEIRA

O presidente do PTB de Anápolis, Aguinaldo Faria, afirma que a tendência natural do partido é apoiar a reeleição do prefeito Roberto Naves (PP). "Enquanto eu estiver à frente da sigla na cidade, não tem chance de lançarmos candidatura própria, pois acreditamos no projeto de Roberto Naves", reforça.

Naves foi eleito pelo PTB, mas deixou a agremiação em novembro de 2019 para se filiar ao PP. Aguinaldo reconhece que foi uma perda significativa para o diretório local, já que o prefeito de Anápolis tem projeção em Goiás, mas que o trabalho de fortalecimento foi retomado e passa principalmente pela eleição proporcional.

De acordo com o dirigente, a ideia é eleger de dois a três vereadores. Hoje o PTB tem três cadeiras na Câmara Municipal, mas a tendência é que haja baixas. Aguinaldo conta que o presidente do Legislativo, Leandro Ribeiro, já lhe disse que irá sair do partido, pois seu projeto político passa por essa mudança.

Aguinaldo informa ainda que o vereador Jean Carlos irá conversar com o presidente estadual do PTB, Lineu Olímpio, antes de se posicionar por uma mudança. O outro vereador da bancada, João Feitosa, tem dito a Aguinaldo que quer seguir na sigla, mas também não bateu o martelo.

A janela partidária para vereadores vai de 5 de março a 3 de abril. O prazo final de filiação para quem quer concorrer a cargo público neste ano termina em 4 de abril.

Em relação à montagem da chapa de candidatos a vereador, Aguinaldo diz que vem conversando com lideranças, trazendo novos filiados. Há nomes já experimentados nas urnas que seguem no partido, como o ex-secretário de Educação Alex Martins e o presidente do Issa, Rodolfo Valentini. "Vamos ter uma chapa robusta e apta a disputar a eleição de 2020 fazendo de duas a três cadeiras". Segundo o dirigente, o PTB seguirá como um partido de força e de expressão.

#anápolis #notícias #política #eleições2020 #ptb #pp #apoio #reeleição #prefeitorobertonaves #candidatura