Podemos soma 3 pré-candidatos em Anápolis. “Não haverá racha”, diz José Nelto


||| Deputado federal que é presidente regional do partido promete não interferir no processo de escolha da candidatura em Anápolis, que tem no páreo José de Lima, Sírio Miguel e Cândido Filho

MARCOS VIEIRA

O Podemos realizou evento no sábado (8.fev), na Câmara Municipal, para filiação do radialista Cândido Filho, que se soma ao ex-vereador Sírio Miguel e ao ex-deputado José de Lima na lista de pré-candidatos a prefeito de Anápolis do partido.

Presente na cidade, o deputado federal José Nelto, que preside o Podemos em Goiás, prometeu uma disputa interna sem interferência do comando regional, portanto sem qualquer possibilidade de racha.

Nelto voltou a afirmar que a chapa de candidatos a vereador não terá políticos com mandato. Ou seja, a sigla não quer em seus quadros os vereadores Fernando Paiva e João da Luz.

O deputado José Nelto concedeu entrevista. Confira.

O partido recebe a filiação do radialista Cândido Filho e já têm em Anápolis as pré-candidaturas de Sírio Miguel e José de Lima. Como será o processo de escolha do nome que irá disputar a eleição? O Podemos é o partido que pratica a democracia verdadeira, não é partido de coronéis. Quem manda no partido são os filiados, os pré-candidatos que temos para prefeito e vereador. E o partido terá a sabedoria de escolher o melhor nome para representar Anápolis nas eleições municipais. Nós já temos o ex-vereador Sírio Miguel, nós temos o ex-deputado José de Lima, que é um homem humilde, mas que tem as mãos mais limpas da cidade, e hoje recebemos a filiação do radialista Cândido Filho, o Candinho, conhecido em toda a cidade, que conhece a dona Maria, que conhece o senhor João, que conhece o maior empresário da cidade, um homem que transita em todas as ruas, em todos os segmentos da sociedade. O partido terá a sabedoria e inteligência de escolher o que for melhor para Anápolis e terá todo o respaldo da executiva regional e na executiva nacional.

Essa escolha passa por pesquisas ou desempenho nesse período pré-campanha? Cada candidato tem que trabalhar. Isso é como uma maratona. Se você não correr, se não estiver preparado, acaba não chegando ao final de uma maratona. Ganhando ou não ganhando você precisa chegar ao final. Cada candidato vai preparar o seu trabalho, mostrar para a sociedade porque ele quer ser prefeito de Anápolis. E aí no final quem vai decidir será o diretório ou executiva municipal, que fará uma chapa competitiva, uma chapa que é a terceira via, dando à população mais uma opção no lugar de quem já foi prefeito e não conseguiu resolver o maior problema da cidade, que é a água, em oito anos. E de quem está na prefeitura e prometeu milhões e até agora não resolveu o problema da água. Nós do Podemos temos uma solução simples e durante o debate eleitoral vamos discutir com a sociedade. Porque é uma vergonha Anápolis aceitar construir um centro de convenções, uma obra faraônica que não leva nada a lugar nenhum. Construir um aeroporto de cargas tampando uma mina d’água, cometendo crime ambiental e deixando a cidade com as torneiras secas. Isso o Podemos não vai aceitar. E será um novo debate de um partido que não aceita coronéis, que tem liberdade e pratica a democracia.

Como será feito para que essa disputa interna não se transforme em um racha lá na frente? Não haverá racha, podem ficar tranquilos, pois não vou interferir. Eu pratico o que o Podemos faz no Congresso Nacional, todas as decisões são definidas através de um colegiado, e aqui temos pessoas sensatas e honestas que sabem o melhor. Então vou entregar a decisão para o partido, deixando bem claro que não teremos nenhum vereador atual, com mandato, disputando a eleição [na nossa chapa]. É uma nova bancada, vamos dar oportunidade para quem nunca teve oportunidade.

Por que essa decisão de não querer os vereadores Fernando Paiva e João da Luz no Podemos para a disputa eleitoral? Primeiro eles não tiveram nenhum compromisso com a chapa proporcional do partido. Eles não são do partido, não tem compromisso com a sigla. Nada contra eles, desejo boa sorte para eles. Eles já têm um rumo já, já estão com o prefeito, e quem está com o prefeito não pode disputar eleição no Podemos, porque a nossa chapa é uma chapa de oposição, é uma alternativa para a população anapolina. Por isso aqui não é o lugar deles.

Novo filiado, radialista diz que quer aprofundar debate

O radialista Cândido Filho deixou o MDB para tentar confirmar sua candidatura a prefeito no Podemos. Ele tem uma disputa pela frente e também o desafio de expor seus projetos para a cidade. Veja o que ele fala sobre essa nova proposta na política.

O senhor chega ao Podemos com qual missão? Chego ao Podemos com a disposição de fazer essa discussão séria, um debate profundo a respeito das questões que nos atingem diariamente, nós povo de Anápolis. Entendo que a cidade tem demandas importantes, [e quero] uma discussão muito profunda com a população sobre justamente o que precisamos. E você me pergunta como chegamos ao Podemos? Através do deputado José Nelto, que me fez um convite, sabendo que já tínhamos dois pré-candidatos no partido que também disputam essa indicação para a vaga de prefeito, que é o Sírio Miguel e o ex-deputado José de Lima. Mas fico muito otimista porque em uma conversa que tivemos com o deputado José Nelto, ele nos garantiu uma liberdade ampla para poder discutir essa pré-candidatura. E lá na frente, quem tiver melhores condições vai representar o partido nessa disputa eleitoral do mês de outubro. Por isso estou muito otimista pela liberdade que a gente está tendo de fazer essa discussão.

Como fazer para que essa disputa interna não se transforme em um racha? Eu acredito que isso não vai acontecer, porque tanto o Sírio Miguel e o José de Lima têm disposição e entendimento de que há necessidade de construir uma candidatura com propostas coletivas. Então esse debate nós vamos fazer internamente, mas é claro que isso vai refletir nas pesquisas de opinião, na avaliação do eleitorado, então isso vai ser importante para definir a candidatura lá na frente. Da minha parte não tenho sentimento de vaidade nenhum. Se o partido fizer a opção pelo Sírio, estará bem representado. Da mesma maneira o ex-deputado José de Lima. Mas eu estou muito confiante em relação à minha pré-candidatura, pois fomos abraçados pela população, eles me conhecem. Então lá na frente isso vai resultar positivamente.

Cândido Filho fala ao microfone, ao lado de José Nelto e outros dois pré-candidatos, Sírio Miguel e José de Lima

#anápolis #notícias #eleições2020 #podemos #josénelto #cândidofilho #josédelima #síriomiguel