Ex-vereador cria enquete sobre isolamento social e opina que crise financeira pode trazer consequênc


||| Sargento Pereira Júnior, que é ligado ao deputado federal Major Vitor Hugo, afirma em texto introdutório que crise financeira poderia trazer consequências piores que o próprio vírus

MARCOS VIEIRA

O ex-vereador de Anápolis Sargento Pereira Júnior criou uma enquete em sua página na internet, para que as pessoas opinem em relação a qual medida é a melhor a ser adotada nesse momento: se manter no isolamento social ou retornar às atividades.

Até as 17h20 desta segunda-feira (30.mar), 805 pessoas tinham votado. Um total de 574 votantes (71%) escolheu a opção “adotar a medida preventiva de sobrevivência, ir à luta, trabalhar e voltar às atividades tomando as cautelas necessárias para não contaminação [com o coronavírus]”.

Já 231 pessoas (29%) votaram na opção “aguardar em suas residências, com seus familiares, no isolamento social preventivo”.

Anápolis tem 386.923 habitantes, segundo estimativa do IBGE de 2019. Significa que 0,2% da população da cidade se manifestou na enquete do ex-vereador. Especialistas lembram que uma enquete não tem embasamento científico e servem meramente para demonstrar a opinião de visitantes de um site.

Assessor do deputado Major Vitor Hugo (PSL), que é líder do presidente Jair Bolsonaro na Câmara Federal, Sargento Pereira deixa claro no texto que introduz a enquete que é a favor do fim do isolamento social.

“O presidente Jair Bolsonaro em discurso, em rede nacional, afirmou que o isolamento não é o melhor caminho! Sugeriu que o povo brasileiro voltasse ao trabalho, porque a crise financeira poderia trazer consequências pior (sic) que o próprio vírus!”, escreve Sargento Pereira.

O ex-vereador prossegue nos seus argumentos contrários ao isolamento. “O presidente esclareceu a população que o Brasil tem 38 milhões de autônomos que não estão ganhando ‘seu ganha pão’, sendo uma massa considerável de trabalhadores; empresas de todos os ramos que estão tendo dificuldades para produzir e manter seus empregados”.

Segundo Sargento Pereira, com isso a economia entrará em colapso, “em pouco tempo, e os servidores públicos não irão receber mais pagamento”. Ele opina: “esse seria o início da desordem social, com possíveis saques em supermercados e o vírus ainda continuaria aí... pense nisso”.

Pereira diz ainda que “infelizmente, alguns governadores e prefeitos estão exagerando em suas medidas preventivas, com isso prejudicando os comércios, as indústrias, os profissionais liberais e, principalmente, uma grande parcela de trabalhadores informais”.

Para o ex-vereador, é preciso “repensar o que é melhor para o nosso povo”. Ele justifica a enquete citando trecho da Constituição que afirma que “todo o poder emana do povo”. Também diz que seu questionamento virtual serve a uma “finalidade social comunitária”.

Apesar de o ex-vereador relativizar o isolamento, o Ministério da Saúde tem reafirmado por diversas vezes, assim como outras autoridades no mundo, de que o isolamento social é necessário para se evitar a disseminação do vírus.

#anápolis #notícias #pandemia #covid19 #coronavírus #enquete #isolamentosocial #exvereador #presidentejairbolsonaro