Prefeitura de Anápolis inicia força-tarefa para distribuição de 2 mil cestas básicas


||| Cerca de 100 pessoas formam equipes que estão percorrendo a cidade neste feriado prolongado para entrega de alimentos àqueles atingidos pela crise gerada a partir da pandemia do coronavírus

DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Anápolis deu início, neste sábado (18.abr), a uma força-tarefa para distribuição, durante o ferido prolongado, de 2 mil cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade, atingidas pela pandemia do coronavírus.

O prefeito Roberto Naves (PP) e a primeira-dama Vivian Naves estiveram no Ginásio Carlos de Pina, onde os alimentos estão guardados, para falar com os cerca de 100 servidores públicos e voluntários que integram a equipe de distribuição.

Em publicação nas redes sociais, Naves chamou o trabalho de “operação pelo bem” e frisou que todos os servidores estão usando máscaras e respeitando um distanciamento de 2 metros um do outro.

“Mesmo ainda em recuperação médica, fiz questão de ir lá com a Vivian para agradecer o esforço de cada um neste gesto humano de solidariedade. Vamos vencer esta guerra juntos”, completou o prefeito, se referindo ao fato de ter se submetido nesta última semana a um procedimento cirúrgico para retirada de uma pedra no rim.

A Prefeitura de Anápolis comprou nessa última semana 20 mil cestas básicas. Junto a isso, lançou o ZAP do Social, um serviço que utiliza o aplicativo de mensagens Whatsapp para que as pessoas possam entrar em contato com o poder público e pedir socorro neste momento de pandemia. As cestas que estão sendo entregues neste final de semana é para os primeiros cadastrados no sistema.

Desde o início da crise, o programa ‘Voluntários de Coração’, coordenado pela primeira-dama, vem recebendo doações. “Ao todo já foram 67 toneladas de alimentos doados e já distribuídos para a população. Mais uma vez nossa cidade se une em favor dos que mais precisam”, ressaltou Roberto Naves.

#anápolis #notícias #social #cestasbásicas #prefeituradeanápolis #prefeitorobertonaves #primeiradamaviviannaves #pandemia #coronavírus #covid19