Apae Anápolis conquista título de Melhor ONG do Centro-Oeste

Atualizado: 21 de Dez de 2020

O Prêmio, realizado desde 2017, é uma parceria do Instituto Doar, da agência de projetos socioambientais O Mundo Que Queremos e da Ambev



DA REDAÇÃO


Trabalhar com dedicação e amor é fazer o dever de casa. Trabalhar com excelência e transparência são desafios do dia-a-dia, desafios estes que colocaram a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Anápolis num patamar elevado de reconhecimento público.


Pelo quarto ano consecutivo, a Apae Anápolis foi classificada entre as 100 Melhores ONGs do Brasil e, na noite de quinta-feira (11.dez), mais uma consagração: a conquista de Melhor ONG do Centro-Oeste. O Prêmio, realizado desde 2017, é uma parceria do Instituto Doar, da agência de projetos socioambientais O Mundo Que Queremos e da Ambev, com respaldo técnico de pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e apoio da Fundação Toyota do Brasil.


A disputa foi acirrada. O Brasil tem cerca de 34 mil Organizações Não-Governamentais. Dessas, quase 700 participaram da premiação e a Apae de Anápolis revelou-se mais uma vez como um destaque. Um resultado que não ocorre pelo acaso, mas pelo trabalho de vários anos envolvendo toda a equipe de colaboradores, diretoria, conselheiros, voluntários/doadores e, sobretudo, os assistidos pela instituição e seus familiares. Afinal, eles são o objetivo maior de todo o trabalho que a Apae realiza e que, hoje, coloca Anápolis e o Estado de Goiás como uma vitrine.


“Essa conquista, de maneira especial, reflete o trabalho da nossa equipe de gestores nas áreas de deficiência auditiva, visual, intelectual, física e de educação que tem levado nossos colaboradores a abraçarem a qualificação e a eficiência contínua, em prol de todos aqueles que batem a nossa porta e buscam a nossa mão estendida”, ressaltou o presidente da Apae Anápolis, jornalista Vander Lúcio Barbosa.


Segundo ele, a instituição chegou a um nível de competência que boa parte dos seus colaboradores são profissionais de ponta no mercado, nas respectivas áreas que atuam. Somando essa capacitação ao espírito voluntário e a dedicação e amor com que atuam, a equipe da Apae Anápolis “construiu uma gestão profissional diferenciada e isso nos leva a colher bons frutos, como colhemos agora diante tantas e tão relevantes conquistas”, assinalou Vander Lúcio.


“As nossas conquistas refletem um trabalho de vários anos, de muito aprendizado, muito trabalho motivação em fazer sempre melhor. Por isso, reitero que os prêmios são uma conquista da família apaeana. Encerramos um ano difícil, numa situação de pandemia, mas, felizmente, um ano com feitos para serem comemorados”, avaliou o presidente da Apae Anápolis.


Vander Lúcio também agradeceu a todos os parceiros, como o Ministério Público do Trabalho; os poderes constituídos- Executivo, Legislativo e Judiciário, em âmbito municipal e estadual; o Ministério Público de Goiás; os deputados estaduais e federais que têm contemplado a instituição com emendas de bancada e pessoais; as empresas; os doadores pessoa física; a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde; os voluntários e a comunidade em geral que tem abraçado e reconhecido a causa apaeana.


“É uma lista enorme de parceiros, amigos e voluntários que estão conosco e com os quais também quero dividir todas as conquistas da Apae Anápolis”, destacou Vander Lúcio.


A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Anápolis, fundada em setembro de 1969, atua nas áreas de assistência social, educação, saúde e inclusão da pessoa com deficiência. É mantenedora da Escola Maria Montessori, que atende centenas de alunos com deficiência intelectual e/ou múltipla. Desde 1994, é a única entidade no Estado a realizar o Teste do Pezinho e tratar as doenças diagnosticadas no Programa Nacional de Triagem Neonatal do SUS, o que a tornou referência em todo o Estado de Goiás. Em 2013, passou a ser também referência no atendimento à pessoa com deficiência física, auditiva e intelectual através da sua unidade CER III – Centro Especializado em Reabilitação, que atende milhares de pessoas todos os anos. Em outubro de 2016 a APAE Anápolis se tornou referência também no diagnóstico e atendimento de doenças raras nos eixos da deficiência intelectual, erros inatos do metabolismo, doenças de origens genéticas e doenças infecciosas.


A instituição está pleiteando e já com processo avançado para se habilitar ao CER IV, alcançando, assim, a habilitação junto ao Ministério da Saúde para o atendimento em especializado em quatro tipos de reabilitação: Auditiva, Física, Intelectual e Visual. Assim, entrando para um seleto grupo de entidades, no País, que possuem a referida habilitação.

Há quatro anos, a APAE Anápolis figura entre as 100 Melhores ONGs do País, sendo que, em 2017, conquistou o título de Melhor ONG do Centro-Oeste, o qual se repete agora neste ano de 2020. Portanto, a instituição é tetra entre as 100 Melhores e bi entre as melhores do Centro-Oeste.

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo