“As conversinhas podem ser esquecidas”, diz Marlon sobre rumores no DEM

Presidente do Democratas diz que a posição é firme, de manter Márcio Cândido vice na aliança com Roberto Naves



FERNANDA MORAIS


O presidente do Democratas de Anápolis, Marlon Caiado, garante que o partido trabalha para manter o vice Márcio Cândido como companheiro de chapa do prefeito Roberto Naves (PP), pré-candidato à reeleição.


“Tem muito falatório, mas a palavra final no Democratas é a minha. Minha posição é firme. As conversinhas podem ser esquecidas. Não existe caça às bruxas nem perseguição. O nome é o do Márcio”, disse o dirigente em entrevista à Rádio Manchester nesta sexta-feira (28.ago).


Marlon Caiado também garantiu que o DEM em Anápolis está unido e recentemente participou de uma reunião com outros 14 partidos aliados do prefeito Roberto Naves, “que apoiam por unanimidade a manutenção de Márcio Cândido como vice-prefeito”.


Em relação a sua nomeação para a presidência do partido em Anápolis, Marlon Caiado falou que assumiu o partido não nas circunstâncias que gostaria. Mesmo assim ele se manterá no cargo até o final da licença de Carlos César Toledo, que se afastou do comando do DEM depois de ter sido preso em operação que apura irregularidades na Codego.


“Existe um pedido de licença do Carlos César por 90 dias para cuidar da sua vida pessoal e das suas pendências jurídicas. Depois desse prazo ele pode pedir um tempo maior e vamos nos reunir com a executiva para resolver o futuro”, colocou.


Marlon Caiado disse que assumiu a presidência do DEM local com apoio do governador Ronaldo Caiado e agora trabalha com os demais membros do partido para também compor uma chapa forte de vereadores e apresentar a população. “Esse é o nosso projeto para a cidade”, concluiu.