Fiscais flagram irregularidades em 26% dos locais visitados

Atualizado: Fev 18

Em uma das ocorrências, uma casa de forró foi interditada com cerca de 300 pessoas, maioria era de idosos



DA REDAÇÃO


O feriado de carnaval foi de trabalho para os fiscais da Vigilância Sanitária e para a Polícia Militar em Anápolis.


De sexta-feira (12.fev) até a terça-feira (16.fev), dos 220 estabelecimentos vistoriados na cidade, 26% não estavam cumprindo com os protocolos de combate ao coronavírus.


Durante as ações, 175 locais foram orientados, 21 intimados, 17 autuados e sete interditados.


Em uma das ocorrências foi encerrada uma festa de forró com cerca de 300 pessoas, a maioria idosos. No local foi encontrado som mecânico com volume alto e aglomeração de pessoas.


Em outro caso, menores foram flagrados em um bar consumindo narguilé, que é de uso compartilhado. “Ele foi interditado pois estava sem alvará sanitário e descumprindo as medidas de controle da Covid-19”, disse o gerente da Vigilância Sanitária do município, Gúbio Pereira.


O uso de narguilé também foi identificado em os outros estabelecimentos, seguido por irregularidades como pessoas sem máscaras e descumprimento do distanciamento social e das medidas de higiene.


Para conter as irregularidades ocorridas em Anápolis durante o período de Carnaval, equipes da Vigilância Sanitária do município, com o apoio da Polícia Militar, continuam nas ruas.

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo