Covid-19: Prefeitura de Anápolis considera adoção de lei seca após 22h

Secretaria Municipal de Saúde afirmou em nota que considera seguir orientação dada pelo governo estadual



DA REDAÇÃO


Em nota no final da tarde desta segunda-feira (25.jan), a Secretaria Municipal de Saúde informou que vai considerar a adoção da medida proposta pelo Governo de Goiás que prevê a proibição de bebidas alcoólicas após às 22h nos municípios do Estado.


Em videoconferência realizada na tarde desta segunda-feira (25.jan), a superintendente estadual de Vigilância em Saúde, Fluvia Amorim, mostrou reocupação com o quadro atual da pandemia em Goiás e sugeriu aos municípios que adotem lei seca em bares após as 22h e restrição a eventos para conter a disseminação da Covid-19.


A Secretaria de Saúde de Anápolis irá publicar na próxima quinta-feira (28.jan) os novos protocolos de prevenção à Covid-19 na cidade, conforme matriz que calcula o risco de colapso no sistema de saúde.


Sobre a solicitação do Governo de Goiás para que Anápolis disponibilize leitos para atender a demanda de pacientes de outros municípios, a administração municipal informou na nota que todos os leitos do Hospital de Urgências de Anápolis (Huana) já estão sendo disponibilizados para uso da Secretaria Estadual de Saúde. “Além destes, Anápolis conta com uma rede de leitos exclusiva para pacientes do município, que são custeados com recursos próprios da prefeitura”, conclui o comunicado.



Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo