Democratas escala Odilon Oliveira para cobrar o parceiro PP

Membro do diretório do Democratas de Anápolis, empresário fala em promessa de secretaria e pede encontro com Roberto Naves



MARCOS VIEIRA


Membro do diretório do Democratas de Anápolis, o empresário Odilon Oliveira veio a público na segunda-feira (15.jun) para cobrar o principal parceiro no processo eleitoral de 2020, o Progressistas do prefeito Roberto Naves.


Quem ouviu a entrevista na Rádio Manchester não percebeu qualquer grau de animosidade – nem é característica de Odilon, um político cordato – mas fica claro que o diretório local do DEM, liderado por Carlos César Toledo, deseja algumas coisas nesse momento.


Uma delas é a nomeação de um secretário municipal da sigla. Odilon disse que o DEM não estava pleiteando cargos, mas parece óbvio que seu grupo deseja esse quinhão da parceria.


“Estamos falando de algo [secretaria] que partiu do prefeito. Mas isso não é o motivo para estar e continuar na base. Não existe conversa de rompimento. Isso não vai ser fator determinante”, disse Odilon, hoje assessor municipal.


O empresário também falou sobre a filiação do advogado Hélio Lopes, que se desincompatibilizou da presidência da Apae de Anápolis recentemente, gerando a especulação de que seria pré-candidato a prefeito ou, dada a parceria com o PP, a vice.


Odilon defendeu a legitimidade de o DEM ter um nome, algo natural nesse momento, e fez elogios ao vice-prefeito Márcio Cândido, também filiado ao partido.


“Não existe racha, estamos unidos, nossa conversa com o Márcio Cândido é quase que diária”, afirmou Odilon, para em seguida dar uma espécie de recado: “mas é claro que tudo isso é uma conversa”.


Análise

É lógico que a movimentação de Hélio Lopes possibilita diversas leituras. Afinal, é um nome com potencial em um partido que tem um acordo para apoiar uma candidatura externa.


Resta saber como fica o acordo do governador Ronaldo Caiado (DEM) com o prefeito Roberto Naves e o presidente do PP de Goiás, Alexandre Baldy. Caiado, como ele mesmo diz, não costuma voltar atrás na sua palavra.


Por sua vez, o DEM de Anápolis se gaba de ser fiel ao governador. Ou seja, se Caiado que firmou a aliança com o PP, os membros locais – pela lógica defendida por eles mesmos – não vão se insurgir contra.


Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo