Dinheiro de Fundo Especial financia 94% da campanha em Anápolis

Atualizado: 4 de Nov de 2020

Dos nove candidatos a prefeito, seis receberam dinheiro de partidos políticos para as suas campanhas


MARCOS VIEIRA


De toda a receita declarada pelos candidatos a prefeito de Anápolis até essa sexta-feira (30.out), 94% vieram do Fundo Especial de Financiamento de Campanha. Isso representa R$ 945.498,00 injetados na campanha local do dinheiro público destinado para as eleições, que soma pouco mais de R$ 2 bilhões para todo o Brasil.


Os candidatos Douglas Carvalho (PSOL) e Josmar Moura (PRTB) ainda não apresentaram qualquer tipo de movimentação financeira. Já o candidato Márcio Corrêa (MDB) declarou somente R$ 3 mil até agora, dinheiro do próprio bolso.


Os outros seis candidatos receberam recursos de partidos políticos. Veja a seguir:


Antônio Gomide (PT)

Diretório estadual do PT: R$ 132.500,00

Diretório nacional do PT: R$ 97.998,00


Humberto Evangelista (PSD)

Diretório estadual do PSD: R$ 100.000,00


João Gomes (PSDB)

Diretório nacional do PSDB: R$ 125.000,00


José de Lima (Patriota)

Diretório estadual do Patriota: R$ 40.000,00


Roberto Naves (PP)

Diretório estadual do Solidariedade: R$ 200.000,00

Diretório estadual do PP: R$ 100.000,00


Valeriano Abreu (PSL)

Diretório estadual do PSL: R$ 150.000,00