Geolab doa 7 toneladas de alimentos para atingidos pela crise

Empresa de Anápolis tem distribuído cestas básicas, que vão ajudar 1,5 mil pessoas em situação de vulnerabilidade devido à pandemia



DA REDAÇÃO


A Geolab, indústria farmacêutica instalada no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), anunciou a doação de 7 toneladas de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade devido à pandemia do coronavírus.


Os próprios funcionários da empresa estão indicando instituições e famílias que necessitam de ajuda. Uma delas, a Associação Amor ao Próximo, recebeu 50 cestas básicas recentemente. Moradores de setores próximos à Geolab também estão recebendo alimentos.


Segundo a empresa, a Igreja do Altíssimo, no Residencial Marla Cristina, recebeu arroz, óleo, bolachas e creme de leite. A instituição religiosa distribui diariamente cerca de 150 marmitas para famílias de 300 crianças da região.


Também foram entregues 50 cestas básicas para o Colégio Estadual Castelo Branco, na Vila São Vicente (Igrejinha), que as repassou às famílias de alunos atingidas pela crise gerada com a Covid-19.


No final da semana passada, a Geolab entregou 50 cestas básicas para moradores do Industrial Munir Calixto, Jardim dos Ipês, Jardim Esperança, Jardim Promissão, Parque Residencial das Flores, Residencial América, Residencial Girassol, Residencial Nova Aliança, São João, Vale do Sol e Vila Norte.


Outras 120 famílias, indicadas pelos funcionários da empresa, vão receber alimentos ao longo dessa semana.


O gerente de Marketing da Geolab, José Ribeiro Suso Junior, diz que as iniciativas sociais sempre fizeram parte da empresa. “Neste momento intensificamos ainda mais, estendendo nossas mãos e apoio para a comunidade local mais carente”, completa.


A Geolab também tem ajudado a saúde pública de Anápolis nesse momento de pandemia. A empresa doou equipamentos de proteção para profissionais que atuam em hospitais públicos, câmaras de contenção de partículas, e respiradores para pacientes com Covid-19.