IFG de Anápolis cria rede solidária para ajudar empresas afetadas

Atualizado: 19 de Mai de 2020

Micros e pequenos empreendedores terão produtos e serviços divulgados em redes sociais criadas pelo Instituto Federal de Goiás


MARCOS VIEIRA Universidades e outros centros de ensino têm sido importantes nesse momento de pandemia da Covid-19. Professores e estudantes pesquisam o coronavírus, na busca de medicamentos ou vacinas, criam equipamentos para tratar doentes e propõem ações que possam ajudar os atingidos pela crise. Em Anápolis, o Instituto Federal de Goiás (IFG) tem atuado em várias frentes. Uma delas é a Rede Solidária, voltada para pequenos empresários e trabalhadores informais que perderam grande parte das suas rendas desde o início da pandemia. O objetivo é divulgar gratuitamente produtos e serviços desses empreendedores nos perfis da Rede Solidária no Facebook e Instagram. São utilizados anúncios já criados pelas empresas. Aquelas que não possuem profissionais para esse tipo de serviço, o projeto da IFG produz as peças. Os interessados devem preencher um formulário para participarem do projeto.

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo