“Mesmo com a pandemia conseguimos continuar trabalhando em outras áreas”

Na entrega do Feirão do Jardim Alexandrina, prefeito Roberto Naves fala do momento atual da sua administração



MARCOS VIEIRA


O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), entregou a reforma do Feirão do Jardim Alexandrina na manhã desta sexta-feira (14.ago). O local foi destruído em dezembro de 2016, em um temporal. Uma obra de reconstrução foi iniciada em 2018, com a promessa de recursos do governo estadual, que acabaram não chegando. Coube à administração municipal bancar a obra, no valor de R$ 1,5 milhão.


O prefeito falou sobre esse processo e também da gestão em um ano de pandemia, com as atenções voltadas para a área da saúde.


Prefeito, o que dizer dessa obra?

Uma obra importante para essa região, que foi feita com muito carinho, de alta qualidade, que vai ser utilizada para dar melhores condições de trabalho para os feirantes, para atender a população do Jardim Alexandrina. Uma obra que demorou um pouco mais porque era para ser concluída com recursos do ‘Goiás na Frente’, que infelizmente não vieram e tivemos que terminar o trabalho com recursos municipais. Mas o importante: tivemos condições de buscar os recursos. O tão sonhado feirão se tornou realidade e poderá ser utilizado por todos.


Esse feirão foi destruído por um temporal no final de 2016.

Em dezembro daquele ano o teto acabou caindo. Já em 2017, tiramos a estrutura metálica, fizemos o projeto e iniciamos a obra em 2018. Esperávamos que viessem os recursos do ‘Goiás na Frente’, mas eles não chegaram e tivemos que ter um tempinho maior para terminar a obra com recursos da Prefeitura de Anápolis. O objetivo maior, que foi terminar a obra, dar condições de trabalho para os feirantes e qualidade para a sociedade, isso nós conseguimos.


Uma estrutura como esse será utilizada na feira de domingo. Dá para aproveitar também o espaço nos outros dias?

Existe sim um projeto nesse sentido. Temos o Interação, que é uma junção das secretarias de Esporte, de Cultura, de Educação e de Desenvolvimento Social. Podemos desenvolver várias atividades aqui no feirão e é isso que vamos buscar nos próximos dias.


Qual o sentimento de ver a alegria dos feirantes em voltar a trabalhar?

O grande desafio desse ano foi o coronavírus, que provoca uma doença que mata muitas pessoas. Então é necessário que as pessoas do grupo de risco fiquem em casa, que aqueles que precisam trabalhar usem máscara, que usem álcool em gel. A transmissão está em uma velocidade muito grande, mas mesmo com toda pandemia estruturamos a Secretaria Municipal de Saúde, com leitos de UTI e enfermaria. Mesmo com a pandemia conseguimos continuar trabalhando em outras áreas e o reflexo disso é a inauguração de uma obra como essa. Como eu disse na minha última live, a partir do momento que sentei com os feirantes, escutei a situação de cada um, o ser humano precisa se proteger da Covid-19, o poder público precisa estruturar o atendimento na saúde, mas chega num ponto que muita gente precisa trabalhar, se não elas passarão fome. Por isso que chegaram 30 mil cestas para a Secretaria de Desenvolvimento Social atender as pessoas. Temos que pensar em todas as áreas. Nesse momento a primeira-dama Vivian está cuidando disso, entregando cestas e cobertores na Igrejinha. Na área da Saúde, o secretário Lucas [Leite] trabalha diuturnamente para poder ter qualidade de atendimento, ter estrutura, da mesma forma os outros secretários, fazendo obra, asfalto, arenas esportivas, feirões, creches e escolas. A felicidade vem de ver a prefeitura trabalhando e funcionando em função da população. Esse é nosso maior foco e isso que vamos continuar fazendo.


(Foto: Ismael Vieira)

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo