PF de Anápolis vai usar drones para coibir crimes eleitorais

Atualizado: 21 de Dez de 2020

Equipamentos vão sobrevoar os principais pontos de votação da cidade no 1º turno, dia 15 de novembro


DA REDAÇÃO


A Polícia Federal em Anápolis usará drones no dia da votação de 1º turno, em 15 de novembro, para auxiliar ações de prevenção ou repressão a crimes eleitorais.


Segundo a corporação, os drones irão sobrevoar as principais zonas eleitorais da cidade ajudando a fiscalizar e combater crimes como boca de urna e transporte de eleitores.


Considerados equipamentos com tecnologia de ponta, os drones são capazes de tornarem-se imperceptíveis ao voar em elevada altitude. Ainda assim, eles possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.


As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da Polícia Federal que, analisando o caso, tomará as providências pertinentes.


A ação vai ao encontro das orientações da Direção Geral da Polícia Federal, no sentido de utilizar novas tecnologias para prevenir e reprimir ações delituosas. O uso de drones possibilita, ainda, diminuir a presença física dos policiais e o contato social com não envolvidos em situação criminosa, o que se torna extremamente relevante diante do cenário de medidas de distanciamento social para combater a epidemia do novo coronavírus.


(Foto: Claudius Brito)