Portaria 167/2021 normatiza vacinação: recusa determina volta para o fim da fila

Atualizado: Set 22

Publicada no Diário Oficial do Município normativa determina a perda da "vaga" pelo cidadão que negar receber a dose da vacina



DA REDAÇÃO


Agora é regra. Recusou a vacina contra Covid-19 em Anápolis por conta da marca do fabricante vai para o final da fila.

E a decisão já está valendo de acordo com Portaria publicada pela Prefeitura de Anápolis na última sexta-feira (30.jul).

Os chamados sommeliers da vacina ao comparecerem aos postos de vacinação e recusarem o imunizante oferecido, terão o nome lançado imediatamente no cadastro do sistema http://vacina.xn--anpolis-iwa.go.gov.br/

A decisão também será documentada por um termo que deve ser assinado pelo recusante. Se a pessoa se negar, valerá a assinatura de duas pessoas como testemunhas que estejam no local.

A pessoa só terá nova oportunidade de se vacinar quando for cumprido todo o calendário vacinal previsto no Plano Nacional de Inujizacao (PNI) que prevê a redução da faixa de idade e também grupos prioritários.


Foto: Divulgação