PT vai para convenção com possibilidade de lançar Gomide

A reviravolta ganhou força nos bastidores, mas não foi confirmada pelo diretório, que mantém o nome de Professora Geli como cabeça de chapa



FERNANDA MORAIS


Agendada para as 19h30 desta quarta-feira (16.set), a convenção do PT pode representar uma reviravolta no cenário eleitoral de Anápolis: uma candidatura a prefeito do deputado estadual Antônio Gomide (foto).


Ao longo desta terça-feira (15.set) aumentaram os rumores que Gomide será anunciado na cabeça de chapa do seu partido. Ele havia informado em carta aberta que não participaria do pleito em razão de um tratamento de saúde.


No seu lugar o PT havia aprovado a indicação da vereadora Professora Geli como candidata a prefeita. Essa certeza, confirmada por membros do partido ao longo das últimas semanas, pode ter mudado.


A candidatura de Gomide não foi confirmada pela direção da sigla. Pelo contrário. O presidente do PT em Anápolis, Rimet Jules, garantiu que Professora Geli mantém sua candidatura a prefeita.


A convenção petista também terá que definir o candidato a vice da chapa, que provavelmente deve ser do partido – a própria Geli, asseguram algumas notícias de bastidores. Somente o PCdoB anunciou apoio ao PT até o momento.


Gomide foi prefeito de Anápolis entre os anos de 2009 e 2014. Em novembro de 2019 ele realizou uma neurocirurgia para retirada de um tumor benigno e uma das sequelas foi uma paralisia facial. O tratamento ao longo de 2020 foi a justificativa para que ele abrisse mão da eleição.