Samuel Gemus desiste do PSDB e procura abrigo no MDB

Médico perdeu comando do diretório tucano anapolino e primazia da candidatura a prefeito, o que fez com que ele procurasse outra sigla



MARCOS VIEIRA


Depois de perder o comando do diretório municipal e a primazia da pré-candidatura a prefeito, o médico Samuel Gemus deixou o PSDB e anunciou, nesta sexta-feira (19.jun), a filiação ao MDB.


Ele entra na sigla sem poder ser candidato, pois o prazo para essas mudanças já foi encerrado, mas deve ocupar um local de destaque na coordenação em uma eventual campanha do pré-candidato a prefeito do MDB, Márcio Corrêa.


Gemus foi tirado do comando do PSDB municipal pelo grupo do ex-prefeito João Gomes, que imediatamente anunciou que era o único pré-candidato da sigla em Anápolis.


O médico, então, teve alguns encontros com Márcio Corrêa, oficializando agora sua entrada em um projeto eleitoral que tem outros dois médicos conhecidos na cidade, Pedro Paulo Canedo e Marcelo Daher. Corrêa é odontólogo.


Samuel Gemus estava no Solidariedade (SD) em 2018, quando disputou mandato de deputado estadual. Foi 5º colocado entre os nomes do partido, com 10.732 votos.


Depois de ensaiar filiações em diferentes partidos, Gemus foi para o PSDB e ganhou aval do presidente regional, Jânio Darrot, para construir uma candidatura em Anápolis.


Samuel Gemus então pregou uma renovação no partido, mas acabou sendo atropelado por nomes tradicionais no cenário político local. Agora, faz parte do MDB.






Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita dos responsáveis pelo Anápolis 360 graus. Editado por eLive Produções.

Estamos nas redes sociais

  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo